O céu de Jaraguá ganha um colorido especial nos dias ensolarados, quando parapentes, de cores variadas, sobrevoam a cidade. No topo da Serra de Jaraguá há uma das mais importantes pistas para saltos de parapentes do Brasil. A Serra de Jaraguá está localizada no Parque Ecológico Serra de Jaraguá e oferece uma linda vista da cidade. O município surgiu no ciclo do ouro e conforme a descrição de historiadores, os bandeirantes levaram para Jaraguá mineradores que” traziam consigo os chamados pretos faiscadores, pessoas escravizadas, com habilidade no trabalho de catar ouro”. Levantamentos realizados pela historiadora Maria Helena Amorim, em Jaraguá, registram documentos datados de 1.700 e um mapa de 1.751. Foi muito importante o papel das vítimas da escravidão no Brasil, no processo de construção da rica história de Jaraguá, com os afrodescendentes e suas famílias, influenciando fortemente, as tradições locais.

                 Com a exploração das jazidas auríferas iniciou-se o povoamento e com o passar dos anos iam surgindo as primeiras habitações, definindo-se as ruas. Em 1.748, já estava pronta a primeira capela sob a evocação de São José e Nossa Senhora da Penha. A segunda igreja a ser construída foi a igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, a conhecida igreja dos pretos, construída por pessoas escravizadas, em 1.776, que mantem os traços originais e é tombada pelo patrimônio histórico e no ano de 1.828 começou a ser construída a terceira igreja, a de Nossa Senhora da Conceição, atual Museu Sacro. Ao lado da exploração do ouro houve a formação de sítios e fazendas para a produção de alimentos, a fim de atender à população das minas. No final do século XVIII, já havia no Arraial do Córrego do Jaraguá engenhos que produziam aguardentes para a comercialização. Nesta época, o Arraial teve um considerado crescimento agrícola. Pela localização próxima à estrada que conduzia ao Rio de Janeiro e à Capital da Província, Vila Boa, a localidade era um ponto de passagem para várias direções e este fator, também colaborou para sua prosperidade, pois recebeu imigrantes de outras regiões da Província de Goiás, principalmente antigos centros mineradores que entraram em decadência. O topônimo Jaraguá deriva da língua Tupi-Guarani – Yara – Guá – e significa Senhor do Vale. Entre as manifestações culturais, as Cavalhadas mobilizam a comunidade e fazem parte da Festa do Divino Espírito Santo. A festa começou com a liderança do Padre Silvestre Álvares da Silva, em 1.833. Cavaleiros vestidos e enfeitados de vermelho (mouros) e de azul (cristãos) se enfrentam em animadas batalhas, com tiros de festim e muita movimentação. As crianças dão um show nas Cavalhadinhas, com cavalos de pau e muito colorido, aprendendo, desde cedo, a valorizar a tradição.

              O município de Jaraguá faz parte do trecho 8 (Jaraguá - Vila Aparecida) da trilha de longo curso Caminho de Cora Coralina. O trecho 8 tem início na saída da Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Jaraguá, percorrendo 1,5 quilômetro pela cidade até tomar a saída em estrada de terra.

Ver mais