Com a finalidade de atender a grande demanda gerada pela construção de Brasília/DF, o grupo Votorantim instalou por volta de 1961, uma fábrica de cimento na zona rural de Corumbá de Goiás. Tempos depois, ao redor desta fábrica foram surgindo moradias, que deram origem ao distrito de Cocalzinho.  Em Seguida, foi aprovado o loteamento Cidade dos Pireneus,  elevado desta forma à categoria de município e distrito com a denominação de Cocalzinho de Goiás, pela Lei Estadual n.º 11.262, de 03-07- 1990, desmembrado de Corumbá de Goiás.(IBGE).

O município está a 132 km de Goiânia e 120 km de Brasília, é banhado pelos rios Corumbá, Areias, Oliveira Costa, Verde. A Serra dos Pireneus é considerada como um dos divisores das Bacias do Tocantins e Araguaia, ela está inserida dentro do Parque Estadual da Serra dos Pireneus, o qual se estende entre os municípios de Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás e Pirenópolis. Existem ainda no município cachoeiras, como a dos Caiapós, Morrinho dos Pireneus, Pedro Belo, Sete Grotas e do Girassol. Outro atrativo natural é a caverna do Eco, que possui o maior lago subterrâneo da América do Sul.

Na esfera da agricultura, o município destaca-se pela produção de milho, soja, sorgo, mandioca, arroz e uva. Quanto aos atrativos culturais, mesmo sendo uma comunidade jovem, os cocalzinhenses têm suas tradições como a festa de Santos Reis, Folia do Divino Espírito Santo, Cavalgadas, Festas em louvor a Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio.

Cocalzinho de Goiás é o portal  para o Corredor Turístico dos Pireneus. Também localizado às margens do Rio Corumbá, o município integra o Eco-Museu do Cerrado, o Consórcio de Águas Emendadas e a Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno do Distrito Federal (RIDE). O município faz parte do Trecho 2 (Salto de Corumbá – Parque Estadual dos Pireneus) do Caminho de Cora Coralina, em que o participante caminha e conhece a zona rural local. Cocalzinho de Goiás já fez parte do Mapa Turístico de Goiás.

O município localiza-se a 120 km de Goiânia-Go e 110km de Brasília-DF. Considerado de média densidade populacional e localização privilegiada, possui excelente vocação para as categorias turísticas: cultural, histórico, rural radical ou de aventuras. Juntamente com Pirenópolis e Corumbá de Goiás, Cocalzinho de Goiás faz parte do Parque Estadual dos Pireneus, abrangendo área de 2.833,26 hectares. Nele está localizado o segundo maciço mais alto do Estado de Goiás, o Pico dos Pireneus com 1.380 metros de altitude. Vários córregos nascem no alto da Serra dos Pireneus, formando o Rio das Almas e o Rio Corumbá, possui além de significativa importância ecológica, promove o abastecimento para diversas comunidades da região. O Parque foi criado com objetivo de  preservar a fauna, flora e os mananciais existentes naquele local, proteger sítios naturais de excepcional beleza e assegurar condições de bem-estar ao público visitante.

Ver mais