O marco inicial do povoado do município de Bom Jardim de Goiás data por volta do ano de 1912, com a descoberta de pedras preciosas às margens do Ribeirão Macaco. No mesmo ano, fixou residência na região, a família “Felizardo”, formando a Fazenda Bom Jardim, nome decorrente da beleza dos campos.

No ano de 1917, ainda ocorriam constantes ataques dos índios Bororós que habitavam a região. Os habitantes do povoado se reuniram e fizeram a promessa de doar uma área de terra à igreja católica para que São João Batista pudesse livrá-los dos ataques indígenas. A fé dessas pessoas era tão forte que elas acreditaram que foi a promessa que acabou afastando os índios da região.

Em 1942, o povoado foi elevado à categoria de distrito de Bom Jardim, pertencente ao município de Rio Bonito, hoje, atual Caiapônia. E em 18 de agosto de 1953, foi concedida sua autonomia municipal. Atualmente com mais de 8 mil habitantes, a economia da cidade gira em torno da agropecuária. O município continua em constante desenvolvimento até hoje.

Ver mais