Alexânia é um pequeno e simpático município do entorno do Distrito Federal, que fica às margens da BR-060, rodovia que liga Goiânia a Brasília e sempre teve uma importância fundamental nos destinos da cidade. 

Antes da formação de Alexânia, ainda na primeira metade do século passado, o que havia nas proximidades era um pequeno distrito de grande beleza natural: Olhos D’Água. Em meados da década de 50, o anúncio da construção da capital federal a cerca de 100 quilômetros dali, mexeu com o povoado. Tanto que logo depois, em 1958, Olhos D’Água ganhou autonomia política e administrativa, com a emancipação. Dois anos depois, o primeiro prefeito eleito, Alex Abdallah, loteou uma grande área de sua propriedade às margens da BR-060, que estava em construção, e transferiu a sede do município para o local, já com o nome de Alexânia. Quase simultaneamente, outro investidor, Nélson Santos, também abriu um loteamento ao lado, chamado de Nova Flórida. Segundo moradores mais antigos, o nome Alexânia, veio da junção do nome do então prefeito e de sua mãe, Ana.

A princípio, Alexânia, mesmo emancipada, não passava de um vilarejo, sem nenhuma infraestrutura, que servia apenas como cidade-dormitório de Brasília. E por muito tempo a cidade seguiu assim: poucas casas, ruas sem asfalto, carência de escolas, energia elétrica precária. Com pouca arrecadação, o poder público pouco fazia pela cidade, que não oferecia atrativos para que empresários investissem ali. E o círculo vicioso se mantinha.  

Ver mais